Fale conosco pelo WhatsApp

Saiba como é realizada a miniabdominoplastia

Médico passando a caneta em cima da barriga da paciente,
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Miniabdominoplastia permite a remoção do excesso de flacidez do baixo ventre, entregando como resultado uma estética abdominal mais firme e plana.

A miniabdominoplastia é a cirurgia plástica voltada à amenização da flacidez abdominal, consistindo em uma versão reduzida da técnica tradicional de abdominoplastia. Muitos pacientes, contudo, chegam ao consultório sem saber como é realizada a miniabdominoplastia.

O acúmulo de pele na região abdominal pode ser causado por diferentes fatores ao longo da vida, desde perda significativa de peso, até múltiplas gestações e tendências genéticas, sendo a cirurgia plástica uma alternativa para correção estética da região. Entenda mais a seguir sobre como é realizada a miniabdominoplastia!

Quais as indicações da miniabdominoplastia?

Você sabe como é realizada a miniabdominoplastia? Este procedimento se difere da abdominoplastia tradicional pelo seu alcance. Nessa técnica, a remoção da pele em excesso concentra-se na região inferior do abdome, logo acima do púbis.

Por conta dessa particularidade, essa versão da cirurgia plástica é indicada para pessoas com tendência ao acúmulo de pele na região do baixo ventre e não no a abdome como um todo.

Esse caso pode ocorrer com pacientes após múltiplas gestações que passaram por cesárea, pessoas que tiveram efeito sanfona ao longo da vida, com flacidez de leve a moderada no local.

Ao saber como é realizada a miniabdominoplastia, os pacientes passam a ter como opção também um procedimento depois da lipoaspiração, que costuma trazer acúmulo de pele abaixo do umbigo devido à remoção da gordura. Essas duas cirurgias plásticas também podem ser associadas e realizadas na mesma intervenção.

A abdominoplastia tradicional vai ser mais indicada para mulheres que ganharam muito peso durante a gestação e para pacientes que perderam peso significativo, como após a realização da cirurgia bariátrica.

Se você chegou até aqui para saber como ela é realizada, é preciso saber que ela não corrige, por exemplo, a distensão abdominal, sendo necessário recorrer à técnica tradicional nos casos nos quais a flacidez inclui a região do umbigo.

Quais as recomendações do pré-operatório?

Antes de saber como é realizada a miniabdominoplastia, é preciso conhecer o pré-operatório do procedimento, que demanda diversas etapas para garantir maior segurança na intervenção cirúrgica e resultados mais satisfatórios. Alguns passos incluem:

  • médico: escolha de um cirurgião plástico qualificado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP);
  • histórico: informar, na consulta de avaliação, todo o histórico médico, incluindo cirurgias prévias e a existência de doenças crônicas;
  • exames: realizar os exames solicitados pelo especialista, como de sangue, urina e cardíaco para avaliar o quadro geral de saúde antes da cirurgia;
  • expectativas: explicar as motivações e expectativas com os resultados, alinhando o que se almeja com o que pode ser efetivamente entregue com a miniabdominoplastia.

Após essas etapas, é realizado o planejamento cirúrgico no qual o cirurgião define a técnica cirúrgica utilizada, o local das incisões e a quantidade de pele a ser removida com segurança.

Como é realizada a miniabdominoplastia?

Hora de saber como é realizada a miniabdominoplastia. Ela é feita em ambiente hospitalar, com anestesia peridural ou raqui com sedação ou anestesia geral, com duração média de 2 horas.

A incisão é feita, geralmente, acima do púbis, no mesmo local da cesárea, mas estendendo-se nas laterais. Portanto, é um pouco mais extensa que a da cesárea, mas significativamente menor do que a da técnica tradicional que inclui uma incisão vertical a partir do umbigo.

A partir da incisão, o cirurgião plástico remove o excesso de pele que causa a frouxidão na região, podendo também remover pequenos depósitos de gordura e fazer a sutura dos músculos abdominais abaixo do umbigo, o que resulta em um abdômen mais plano e firme.

Em seguida, a incisão é fechada com pontos em camadas, garantindo uma melhor cicatrização e o paciente tem alta entre 12 e 24 horas após o procedimento, em geral.

Quais os cuidados do pós-operatório?

Agora que você já sabe como é realizada a miniabdominoplastia, é hora de entender os cuidados necessários do pós-operatório, para evitar complicações, como infecções, e também contribuem nos resultados estéticos alcançados. As recomendações incluem:

  • repouso de uma a duas semanas, com leves caminhadas em casa desde o dia seguinte à cirurgia para prevenir trombose;
  • uso de cinta pós-operatória entre 30 e 60 dias;
  • sessões de drenagem linfática com fisioterapeuta;
  • alimentação balanceada e rica em fibras para prevenir constipação e gases;
  • afastamento de atividades mais extenuantes, como exercícios físicos, de 2 a 3 meses, conforme orientação;
  • evitar exposição solar no local por, ao menos, 30 dias;
  • higienizar a incisão cirúrgica com água e sabão neutro, secando bem em seguida;
  • apesar de a cirurgia causar apenas dor leve ou desconforto abdominal, o paciente pode usar as medicações analgésicas recomendadas pelo especialista.

A miniabdominoplastia resulta em um abdômen mais firme e plano, com eliminação da flacidez e frouxidão. Os resultados podem ser observados cerca de 30 dias após o procedimento.

Para saber como é realizada a miniabdominoplastia, entre em contato conosco e agende uma consulta com o Dr. Alexandre Senra.

 

Referências:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Dr. Alexandre Senra

Autor: Dr. Alexandre Senra (CRM/SP 95678)

O cirurgião plástico Dr. Alexandre Senra se formou em Medicina no ano de 1991 na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte, tendo feito sua especialização obrigatória para ser cirurgião plástico. Possui Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), referendado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira
das 08h00 às 20h00

ATENDIMENTO EM HOSPITAIS

Confira os hospitais onde
são realizados os atendimentos

Como posso ajudar a
melhorar a sua autoestima?