Fale conosco pelo WhatsApp

Mentoplastia: riscos e cuidados

Pessoa com queixo marcado
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Cirurgia permite a remodelação e correção de tamanho e formato do queixo do paciente, promovendo harmonia estética facial

Cirurgia plástica realizada com o intuito de alterar o formato do queixo, a mentoplastia é um procedimento que corrige desarmonias faciais e incômodos relacionados ao formato da porção inferior do rosto. Embora este seja um procedimento bastante seguro e com mínimas chances de complicação, é importante que o paciente conheça os riscos da mentoplastia antes de decidir por se submeter à intervenção.

Os riscos da mentoplastia são muito baixos, mas existem. Em geral, as possibilidades de complicação são as mesmas de qualquer outro procedimento cirúrgico, e envolvem principalmente a chance de infecção, perda de sensibilidade e ocorrência de sangramentos. É importante que o paciente esteja atento a todas essas manifestações, acionando o cirurgião plástico sempre que algum problema for notado.

Entenda o que é a mentoplastia

A cirurgia plástica do queixo é indicada para corrigir as mais diversas deformidades funcionais e estéticas do mento, proporcionando uma aparência mais harmoniosa ao rosto do paciente. O procedimento pode ser indicado tanto para casos em que há dificuldade na mastigação ou respiração como para melhorar a apresentação facial do indivíduo. Neste segundo caso, as principais vantagens da intervenção estão associadas à autoestima do paciente.

A mentoplastia pode ser realizada tanto isoladamente como em associação a outras intervenções cirúrgicas, especialmente a rinoplastia. O objetivo é promover equilíbrio e harmonia facial sem que o perfil do paciente seja descaracterizado. Uma análise cuidadosa das proporções faciais do indivíduo deve ser feita para garantir o alcance dos melhores resultados.

Cuidados pré-operatórios da mentoplastia

A preparação cirúrgica do paciente sempre inclui a realização de exames que permitem ao cirurgião entender o quadro clínico do indivíduo, além de identificar os possíveis riscos da mentoplastia. Além do histórico médico, é necessário levantar o histórico odontológico do paciente, de modo a avaliar se uma cirurgia ortognática também é necessária.

Com base nas informações obtidas a partir dos exames de sangue e imagem, o cirurgião passará recomendações específicas a respeito dos demais cuidados que devem ser adotados para reduzir os riscos da mentoplastia. Em geral, é necessário ajustar medicações de uso contínuo, interromper o tabagismo e investir na higiene bucal.

Como é o pós-operatório da mentoplastia?

A recuperação da cirurgia plástica de queixo costuma ser bastante tranquila para o paciente, mas é sempre necessário estar atento aos possíveis riscos da mentoplastia. Para evitá-los e garantir o máximo de conforto nesta etapa, é fundamental seguir as recomendações passadas pelo cirurgião plástico.

Em geral, os cuidados pós-operatórios da mentoplastia incluem:

  • Permanecer em repouso por cerca de 1 semana;
  • Evitar alimentos muito quentes e duros, dando preferência para uma dieta líquida nos primeiros dias;
  • Dar atenção especial à saúde bucal;
  • Evitar dormir de lado, mantendo preferencialmente a cabeceira da cama elevada.

Mentoplastia: riscos e possíveis complicações

Assim como em qualquer cirurgia, os riscos da mentoplastia envolvem possibilidade de infecção, de hemorragia e de alergia à anestesia ou demais medicações. Em casos muito raros, pode ocorrer a lesão de nervos da região, levando à perda de sensibilidade ou até mesmo paralisia dos músculos do queixo.

Nos casos em que a mentoplastia foi realizada com inserção de prótese, pode ocorrer, como um dos riscos da mentoplastia, o deslocamento ou a exposição desta estrutura, além de endurecimento dos tecidos da região. Já o surgimento de hematomas e inchaço no local operado é considerado um efeito esperado, não devendo causar problemas ao paciente.

A melhor maneira de minimizar os riscos da mentoplastia e prevenir intercorrências associadas ao procedimento é seguindo corretamente todas as orientações passadas pelo cirurgião plástico, tanto no que diz respeito ao repouso como na administração dos medicamentos prescritos. É necessário, ainda, atentar-se a qualquer manifestação anormal do corpo.

Agende uma consulta com o Dr. Alexandre Senra para saber como é realizada a cirurgia de queixo;

 

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Autor: Dr. Alexandre Senra (CRM/SP 95678)

O cirurgião plástico Dr. Alexandre Senra se formou em Medicina no ano de 1991 na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte, tendo feito sua especialização obrigatória para ser cirurgião plástico. Possui Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), referendado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira
das 08h00 às 20h00

ATENDIMENTO EM HOSPITAIS

Confira os hospitais onde
são realizados os atendimentos

Como posso ajudar a
melhorar a sua autoestima?