Fale conosco pelo WhatsApp Fale conosco pelo WhatsAppEnvie uma mensagem

Núcleo de estética corporal

Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Celullite , Flacidez , Gordura Localizada e Estrias

A maioria dos problemas inestéticos dos membros inferiores, como quadris, coxas e pernas, são decorrentes de vários fatores como: alimentação, vida sedentária, medicamentos (ex.: anticoncepcionais), herança genética e até roupas muito justas ou lingeries muito pequenas. Porém o principal problema tem necessariamente fundo hormonal, ou seja, o próprio hormônio feminino (estrógeno) é o causador da formação de celulite, ou Lipodistrofia ginóide, como estão preferindo tratar alguns autores.

A cada ciclo menstrual a mulher prepara seu corpo para uma gestação. Desde o abdome até os joelhos sofrem o efeito ‘acolchoamento’, melhor explicando, o organismo retém água intercelular, aumentando a proteção e hidratação da região que protegeria o bebê.

Após ter ocorrido a menstruação, a maioria dos líquidos acumulados são reabsorvidos e filtrados via renal, porém uma parte destes líquidos acaba ficando acumulada junto ao tecido adiposo e não consegue se movimentar justamente por fatores como o sedentarismo, ficar demais sentada ou em pé, e, também pelo uso de roupas justas. O excesso de líquidos retidos impede a nutrição normal das células de gordura, alterando as funções metabólicas normais do tecido adiposo, causando a celulite.

Já a gordura localizada ocorre pela ingestão demasiada de alimentos que dão energia ao organismo (carboidratos e gordura), e não utilização desta ‘bateria’ de energia; transformando-se em gordura acumulada pelo corpo todo, mas principalmente em regiões que delineiam o corpo, como são os culotes no caso da mulher, ou dos ‘pneuzinhos’ nos homens.

Existem hoje diversas técnicas para corrigir ou combater estes problemas estéticos. O exemplo mais moderno é a Endermologia (Silhouette) .

Uma técnica que associa vácuo-pressurização e massagem por rolamento de tecido (pele). Essa associação provoca ‘quebra’ das fibras intercelulares que se formam ao redor das células de gordura, causando o efeito ‘casca de laranja’ na pele; melhora a oxigenação dos tecidos, melhorando, portanto, a flacidez da pele; através movimentos durante a aplicação do equipamento, provoca-se drenagem linfática e ‘queima’ calórica. Ou seja, atualmente esta é a melhor técnica individual para tratar celulite, gordura localizada e flacidez do corpo todo, pois pode ser aplicada em qualquer região que se deseja tratar.

Pode-se associar à Endermologia (Silhouette)  o uso do Ultra-som que provoca uma ‘vibração’ das células de gordura, causando ‘queima’ calórica e melhora da aparência da região. Em pacientes com deficiência circulatória, associa-se também a Drenagem Linfática Manual, para acelerar a filtração da região tratada.

As técnicas como mesoterapia e eletro-lipo-forese estão sendo menos utilizadas devido ao desconforto das manchas ‘roxas’ (equimoses) e da dor durante a aplicação. Também pelo fato que não se pode tomar sol durante o tratamento, tendo que ser feito necessariamente no inverno.

A ingestão de mais água(no mínimo 2 litros por dia), ajuda não só a aceleração do sistema circulatório como também a hidratação da pele do corpo todo.

A prática de esportes e exercícios aeróbicos como a caminhada, bicicleta, esteiras ergométricas, auxilia na ‘queima’ calórica, ajudando a reduzir gorduras localizadas e fortalecer a musculatura.

Vale lembrar que existem casos de pacientes que não se consegue tratar somente utilizando a Endermologia e associam-se outras técnicas como a Lipoaspiração superficial, ou a sub-incision associada à lipoescultura.

Estas técnicas cirúrgicas estão indicadas nas pacientes que apresentam culotes bem desenvolvidos, além da celulite em grau avançado. Trata-se de técnicas que possibilitam resultados efetivos e permanentes.

Lipoaspiração profunda e superficial: Nesta técnica, o excesso de gordura presente nos culotes e nas coxas é retirado por meio de cânulas conectadas a um sistema de vácuo. De acordo com a espessura da camada de gordura, podemosrealizar a lipoaspiração superficial, que delineia a superfície da pele, ou a profunda, que retira o excesso de gordura dos culotes. (Veja mais na sessão CIRURGIAS)

Associado a estes procedimentos, temos a sub-incision, que consiste na liberação da traves fibrosas que unem a pele aos tecidos mais profundos, como os músculos. Estas traves são as que causam as depressões, ‘furos’ da celulite, que incidem principalmente na região das nádegas e coxas. Com uma agulha de ponta cortante e anestesia local, realizamos a secção das traves fibrosas, Esta secção provocará a formação de um pequeno hematoma que evitará que esta trave se forme novamente. Nos casos mais graves (depressões), associamos a injeção de gordura (lipoescultura) à subincision para que a gordura, juntamente com o hematoma, tenha um resultado mais efetivo, preenchendo as irregularidades.

Já nos casos das estrias, elas ocorrem por expansão exagerada da pele, que rompe a rede de fibras elásticas presentes na camada mais superficial da pele. Elas estão associadas ao crescimento repentino que ocorre na juventude ( coxas, costas, braços), à gravidez (abdome) e ao sentar em superfícies rígidas (nádegas). Pessoas que engordam e emagrecem repetidas vezes também tem maior tendência à formação de estrias.

As técnicas de tratamento são muitas, mas com resultados pouco expressivos. Geralmente utilizam-se cremes contendo alguma fração de ácidos para estimular a regeneração celular ou que contenham uma quantidade elevada de substâncias oleosas, a fim de lubrificar a pele de tal forma que impeça a expansão desordenada da pele. Também se utiliza a aplicação de peelings superficiais, na maioria baseados em retinóides (ex: ácido retinóico). Este tipo de peeling é efetuado uma vez por semana, em 5 ou 8 aplicações.

Outra técnica, é a esfoliação a Laser, que tem a capacidade de retirar a camada mais superficial da pele sem lesar outras estruturas. O Laser estimulará a neo-formação de colágeno, melhorando a superfície da pele, diminuindo o degrau entre a estria e a pele normal. Geralmente recomenda-se uma sessão por mês, até que se obtenha a melhora desejada.

Autor: Dr. Alexandre Senra (CRM/SP 95678)

O cirurgião plástico Dr. Alexandre Senra se formou em Medicina no ano de 1991 na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte, tendo feito sua especialização obrigatória para ser cirurgião plástico. Possui Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), referendado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira
das 08h00 às 20h00

ATENDIMENTO EM HOSPITAIS

Confira os hospitais onde
são realizados os atendimentos

Como posso ajudar a
melhorar a sua autoestima?