Fale conosco pelo WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp

Mamoplastia com prótese: Dicas para a cirurgia

Mulher segurando prótese de silicone - mamoplastia com prótese
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

A mamoplastia com prótese é um procedimento que utiliza um implante de silicone para transformar e modificar o formato das mamas

Mamoplastia é o nome dado a toda cirurgia plástica que transforma e modifica o formato das mamas, tendo por objetivo torná-las mais harmoniosas e proporcionais ao restante do corpo. Ela pode aumentar, diminuir ou mesmo alterar a aparência dos seios.

O ideal é que a mamoplastia seja feita em pacientes cujas mamas tenham um tamanho mais ou menos definido, o que geralmente acontece a partir dos 18 anos. Mas é preciso avaliar a situação criteriosamente, porque há casos especiais de meninas com a mama já formada que também podem ser submetidas à intervenção, em média dois anos após a primeira menstruação (menarca).

Quando o desejo é ter uma mama maior, a cirurgia indicada é a mamoplastia com prótese. Esse tipo de cirurgia é indicado geralmente para as mulheres que têm seios muito pequenos ou que buscam aumentar as mamas para enrijecê-las, ou, ainda, quando as mamas têm tamanhos diferentes ou quando a mulher precisou retirar a mama ou parte dela devido ao câncer. Existem algumas situações em que a prótese pode levantar a mama (mastopexia).

Na mamoplastia com prótese é usado um implante que garante firmeza, formato e aparência natural aos seios.

Como é feita a cirurgia de mamoplastia com prótese?

Na mamoplastia com prótese, a incisão é feita no sulco mamário, na aréola ou na axila. O implante pode ser colocado atrás ou à frente do músculo. Essa indicação varia de acordo com o tipo de mama da paciente. Se a mulher possui pouca glândula mamária, geralmente a prótese é colocada obrigatoriamente atrás do músculo para que os implantes não fiquem muito aparentes. Quando a paciente tem uma quantidade de glândula para cobrir satisfatoriamente o implante, coloca-se a prótese na frente do músculo.

As cicatrizes da mamoplastia com prótese variam conforme o local onde foram feitos os cortes na pele, sendo frequente ter pequenas cicatrizes na axila, na parte inferior da mama ou na aréola. Porém, normalmente estas são muito discretas.

Como escolher o implante para a mamoplastia com prótese

A escolha deve ser feita junto com o médico. Normalmente, quando a mulher decide realizar uma mamoplastia com prótese, o cirurgião avalia o tamanho do tórax, tendência à flacidez e aparecimento de estrias, altura da paciente, volume de quadril, espessura da pele e objetivo da pessoa, além de estilo de vida e planos para o futuro, como desejo de engravidar, por exemplo. Neste momento, devem ser consideradas questões como:

Formato da prótese

As próteses de silicone podem ser classificadas de acordo com a sua forma:

  • Cônica: proporciona maior volume no centro da mama, garantindo maior projeção para os seios;
  • Redonda: é o tipo mais escolhido pelas mulheres, pois deixa o colo mais desenhado e garante melhor contorno da mama, sendo normalmente indicado para mulheres que já possuem algum volume mamário. Esta forma redonda é mais segura porque o formato de gota tem maior probabilidade de rodar no interior do seio, ficando torta;
  • Anatômica ou em forma de gota: a maior parte do volume da prótese está concentrada na parte debaixo, resultando no aumento da mama de forma natural, porém deixa o colo pouco marcado. Por não dar tanta projeção aos seios e nem demarcar bem o colo, não é normalmente escolhida pelos cirurgiões e pelas mulheres com finalidade estética, sendo normalmente utilizadas em processos de reconstrução mamária, pois promovem o aumento da forma e contorno do seio de forma proporcional.

Perfil da prótese

É o que garante o resultado da mamoplastia com prótese. O implante pode ter um perfil alto, baixo ou médio, sendo que quanto mais alto for o perfil, mais empinada fica a mama, mas também fica um resultado mais artificial. No caso do perfil moderado e baixo, a mama fica mais plana, não havendo projeção e nem marcação do colo, já que a prótese possui pouco volume e grande diâmetro. Esse tipo de prótese é indicado para mulheres que desejam fazer a reconstrução mamária ou que não querem que os seios fiquem projetados muito para a frente, possuindo um resultado mais natural.

Tamanho da prótese

Varia de acordo com o a altura e estrutura física da mulher, sendo comum usar próteses com aproximadamente 300 ml. No entanto, próteses com mais de 400 ml só devem ser colocadas em mulheres altas, com tórax e quadril mais largos.

Textura da prótese

O implante pode ter uma textura lisa, sem rugosidades (esse tipo de prótese quase não é mais utilizado); ser texturizado, com algumas micro rugosidades; ou a prótese ser de poliuretano, mais sensível à palpação e com mais chances de dobras.

Após decidir pela mamoplastia com prótese, a mulher deve procurar um bom cirurgião plástico para realizar o procedimento com segurança, diminuindo assim os riscos da cirurgia.

 

Fontes

Revista Brasileira de Cirurgia Plástica;

SanarMed.

 

Autor: Dr. Alexandre Senra (CRM/SP 95678)

O cirurgião plástico Dr. Alexandre Senra se formou em Medicina no ano de 1991 na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte, tendo feito sua especialização obrigatória para ser cirurgião plástico. Possui Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), referendado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira
das 08h00 às 20h00

ATENDIMENTO EM HOSPITAIS

Confira os hospitais onde
são realizados os atendimentos

Como posso ajudar a
melhorar a sua autoestima?