Fale conosco pelo WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp

Abdominoplastia: Antes e Depois

Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

Os cuidados tomados durante uma intervenção estética são sinônimos de uma boa recuperação

É fundamental que o paciente seja cuidadoso antes e depois da abdominoplastia para minimizar os riscos de que ocorram complicações. Dessa forma, é possível garantir bons resultados ao se submeter ao procedimento para remover excesso de pele, gordura e flacidez na barriga.

Descontentes com seu corpo, homens e mulheres recorrem à cirurgia do abdome — dermolipectomia abdominal — para um melhor contorno estético. O tratamento reposiciona a musculatura e reforça a posição central da barriga, sendo capaz de corrigir a diástase, que é o afastamento da musculatura e do tecido conjuntivo, decorrente de uma gravidez passada.

As principais causas da perda de rigidez estão associadas ao emagrecimento e gestações, processos dos quais costumam resultar excesso de pele e estrias. Há também a miniabdominoplastia, tratamento que se restringe à parte inferior da barriga para remover o acúmulo de gordura e pele, resultando numa cicatriz menor.

Caso julgue necessário, o cirurgião plástico pode associar a lipoaspiração ao procedimento, para eliminar qualquer resíduo de gordura do tecido.

Alimentação antes e depois da cirurgia

Manter uma alimentação adequada antes e depois da abdominoplastia ajuda muito no restabelecimento do paciente. Também deve-se evitar bebidas alcoólicas e utilizar apenas os medicamentos e suplementos liberados pelo médico.

Recomenda-se dieta normal até próximo da cirurgia, dando preferência a alimentos pastosos nos dias anteriores ao procedimento. Na véspera, fazer jejum absoluto de água e comida por oito horas.

Após a cirurgia, deve-se esperar cinco horas para consumir os primeiros alimentos. Esse cuidado evita náuseas e vômitos, que poderiam abrir a cicatriz. Em geral, os primeiros alimentos são chá e torradas, e mais tarde o paciente poderá ingerir sopas e caldos leves.

Nos dias seguintes, é fundamental ingerir muita água, frutas, alimentos cozidos, grelhados, sem molhos ou condimentados, a fim de evitar a prisão ventre e, consequentemente, o aumento de dor no abdômen. O controle de peso, alimentação saudável e boa hidratação colaboram para a manutenção da cirurgia. Além disso, exercitar-se melhora a postura e fortalece a região.

Preparação para a cirurgia

A avaliação pré-operatória possibilita checar os riscos de complicações antes e depois da abdominoplastia. Nessa etapa, é o momento de esclarecer todas as dúvidas.

O ideal é que o paciente esteja com sua massa corpórea o mais próximo do ideal, pois a obesidade aumenta os fatores de riscos de uma cirurgia. Além disso, é importante ter em mente que a plástica na barriga não tem o propósito de emagrecimento, e serve para modelar a região e eliminar gordura localizada.

É importante conversar com o médico com sinceridade sobre cigarro, pois ele é um fator que dificulta a cicatrização e favorece a trombose. Portanto, deve ser suspenso 60 dias antes da cirurgia.

Também deve-se interromper o uso de medicamentos anticoagulantes, como o ácido acetilsalicílico e bebidas alcoólicas. Exames físicos e laboratoriais tem como objetivo melhor avaliar o paciente e tentar excluir a presença de hérnias ou a possibilidade de trombose venosa profunda, que poderiam acarretar intercorrências.

Cicatrizes de outros tratamentos ou doenças do colágeno podem ser impasses para a realização da abdominoplastia ou alcançar seus objetivos. Ninguém melhor do que o médico para avaliar individualmente o paciente e determinar o que pode ou não ser feito nele.

Cuidados no pós-operatório

Tão importante quanto o ato cirúrgico, a falta de cuidados no antes e depois da abdominoplastia gera consequências, como má cicatrização, sangramentos, infecção, seroma (acúmulo de líquido), assimetria, danos em estruturas mais profundas, entre outras.

Portanto, o paciente deve seguir todas as orientações do médico, respeitando o repouso necessário e tomar medidas de cautela até a completa cicatrização:

  • Evitar esforços no primeiro mês da cirurgia;
  • Usar a cinta pelo período recomendado;
  • Limpar adequadamente os curativos e fazer os tratamentos indicados;
  • Evitar a exposição solar na região operada e ir à praia quando houver a liberação;
  • Fazer sessões de drenagem linfática para ajudar a reduzir o inchaço e favorecer a aderência da pele.

Para esclarecer todas suas dúvidas de como é o antes e depois da abdominoplastia, entre em contato e agende uma consulta com o Dr. Alexandre Senra.

Fonte:

Clínica de Cirurgia Plástica Dr. Alexandre Senra;

Revista Brasileira de Cirurgia Plástica;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Autor: Dr. Alexandre Senra (CRM/SP 95678)

O cirurgião plástico Dr. Alexandre Senra se formou em Medicina no ano de 1991 na Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em Belo Horizonte, tendo feito sua especialização obrigatória para ser cirurgião plástico. Possui Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), referendado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira
das 08h00 às 20h00

ATENDIMENTO EM HOSPITAIS

Confira os hospitais onde
são realizados os atendimentos

Como posso ajudar a
melhorar a sua autoestima?