Lipoaspiração

Existe uma certa confusão entre os termos Lipoaspiração e Lipoescultura. Geralmente são conceituais e pode-se dizer que se trata da mesma conduta.

A Lipoaspiração é o recurso utilizado para a confecção da Lipoescultura, independentemente se é realizada somente a retirada da gordura ou a sua reintrodução em outras áreas.

Existem informações errôneas quanto a esta cirurgia, geradas por casos excepcionais de pacientes operadas em condições adversas à normalidade.

Deixe que seu cirurgião plástico o(a) informe sobre a conveniência de associá-la a outra(s) cirurgia(s) e pondere bastante sobre as vantagens e desvantagens de tal associação.

Confira na seção Bate-Papo as perguntas mais freqüentes seguidas de respostas sobre esse tipo de cirurgia.

Lipo de Contorno

A lipoaspiração é uma técnica relativamente recente, desenvolvida em 1979 e que consiste em aspirar através de cânulas , depósitos de gordura localizados que não cedem com dietas ou exercícios, causando transtornos físicos e psicológicos. Não se trata de uma cura para a obesidade e sim uma forma de se tratar o contorno corporal . É preferencialmente indicada para pacientes com peso relativamente normal, pele de boa elasticidade e boa consistência do tecido celular subcutâneo. Nesses casos, a lipoaspiração produz resultados excelentes. É uma técnica que pode ser usada isolada ou associada a outras cirurgias a abdominoplastia ou miniabdominoplastia , ou cirurgias em outras áreas , como mamas e face . As partes do corpo mais indicadas para a lipoaspiração são: quadris, coxas, nádegas, abdômen, braços, joelhos, panturrilhas, parte superior do dorso, pescoço e mento ( abaixo do queixo) .

Pré-operatório

As únicas recomendações para o período pré-operatório são a suspensão completa dos medicamentos à base de ácido acetil salicílico (como aspirina) nos dez dias que antecedem à lipoaspiração, e o uso de sabonete antisséptico (SOAPEX® cremoso) dois dias antes da cirurgia.

Procedimento Cirúrgico

A anestesia utilizada na lipoaspiração pode ser local, peridual ou rarissimamente a anestesia geral, dependendo da extensão da área a ser aspirada. Através de incisões mínimas (menores que um centímetro), introduzimos uma cânula ligada ao aparelho de laserlipólise e promovemos a destruição das células gordurosas , que se rompem e logo após ,são literalmente aspiradas, de forma suave, sem muitos traumas.

Abaixo da pele e baseado na experiência do cirurgião , seleciona-se a quantidade de gordura a ser removida, que será exposta ao laser e subsequentemente aspirada por finíssimas cânulas, tendo sempre o cuidado de deixar uma pequena porção de gordura, necessária ao organismo em sua evolução pós-operatória e principalmente para a nutrição da pele . A seguir, pequenas suturas fecham as discretas incisões, deixando cicatrizes mínimas e em geral muito escondidas. O ato cirúrgico tem duração média de 45 minutos a três horas.

Pós-operatório

O tempo de internação é de, no máximo, 24 horas , sendo que a grande maioria das pacientes recebem alta no mesmo dia , em esquema Day Hospital . Durante 30 dias, o paciente deverá usar uma cinta modeladora especial (recomendada por nós ), para manter a compressão das áreas tratadas e reduzir o edema (inchaço) . Por alguns poucos dias, pode haver dolorimento leve e sensação de adormecimento ou desconforto, que aos poucos desaparecem. Um analgésico comum pode eliminar a dor. Durante um ou dois dias, é recomendável repouso relativo, em que se deve alternar períodos em posição sentada e deitada. As equimoses (manchas roxas) , quando ocorrem costumam desaparecer até a segunda semana e, o inchaço pode perdurar até um pouco mais de um mês. A exposição ao sol é permitida após o 1º mês, sempre de forma gradativa e com uso de filtro solar. Também após 30 dias, já é liberada a prática de exercícios, iniciando-se de forma gradativa também .Algumas outras atividades, como caminhadas poderão ser liberadas mais precocemente .

A Gordura

A gordura do organismo está depositada nas células gordurosas que tem a capacidade de aumentar ou diminuir seu volume de acordo com a quantidade de gordura absorvida em seu interior.

O acúmulo dessas células pode ocorrer em várias partes do corpo. Abaixo da pele existe uma camada chamada subcutâneo. A maior parte das células gordurosas depositam-se nesta zona. No entanto, existem outras regiões que também servem de depósito, como o interior da cavidade abdominal.

Lipoaspiração é a técnica de remoção destas células gordurosas. O método consiste na introdução de uma cânula no subcutâneo, que, ligada a um aparelho de fazer vácuo, aspira determinadas quantidades de gordura. À medida que a cânula é movimentada no interior da zona de acúmulo, essa é absorvida para dentro da cânula e retirada do subcutâneo. O limite seguro de volume de gordura que pode ser retirado é de até 5% do peso do paciente.

No pós-operatório, geralmente, há inchaço e manchas, que se resolvem em mais ou menos 1 mês. Para uma melhor recuperação é necessário que se realize drenagem linfática.

A lipoaspiração pode ser realizada em diversas regiões do corpo:

Submento (papada)

Existe uma característica genética em indivíduos jovens com peso normal, em que esses apresentam acúmulo exagerado de gordura no submento, ou seja, eles têm uma grande quantidade de células gordurosas nesta região.

Nesses casos, a pessoa deve ser operada o mais precocemente possível, para evitar a flacidez de pele. É freqüente se fazer a lipo de submento a partir dos 21 anos.

Por volta de 30 anos, se o paciente tem um volume grande de gordura, podem surgir dobras inestéticas quando a pessoa se move.

Se o paciente for mais velho, indica-se, primeiramente, a retirada de pele e, em seguida, a retirada de gordura.

Pacientes que possuem bandas musculares no pescoço podem ter o resultado da lipoaspiração comprometido. Neste caso, deve-se fazer um tratamento da musculatura do pescoço, sem retirada de pele.

Esse procedimento deve ser realizado o mais cedo possível, pois com o tempo a flacidez aumenta muito.

Em 90% dos pacientes submetidos a rejuvenescimento facial completo, associa-se a lipoaspiração cervical (de pescoço).

No pós-operatório é recomendada fisioterapia, que consiste de drenagem linfática e massagens específicas para evitar retrações inestéticas.

Braço

É realizada apenas entre o ombro e o cotovelo, na parte posterior do braço. Essa região segue o mesmo raciocínio da região da papada, por também sofrer muita flacidez.

Quando o paciente tem o braço muito 'gordinho', e já com flacidez, pode-se fazer uma lipo parcial, evitando-se, assim, a flacidez exagerada do local.

Região Dorsal (Costas)

É recomendada para pacientes que possuem a característica de estarem dentro da faixa normal de peso, mas com grande acúmulo de gordura nas costas.

Essa cirurgia apresenta resultados muito bons e, geralmente, é associada com lipo de cintura e abdômen, para que se proporcione um conjunto visual estético e harmônico.

Quando há pouca gordura e sobra flacidez de pele também se faz uma lipo na região, na tentativa de estimular uma fibrose (cicatrização), pois assim a pele cicatrizada fica mais aderida às costas.

Cintura

Há diversos tipos de formato muscular. Existem pessoas que não possuem cintura, porque a musculatura não tem a concavidade adequada e outras que têm a concavidade, mas que não aparentam ter cintura por ela estar encoberta por gordura.

Em pacientes que apresentam esse último caso, obtém-se resultados muito bons com esse procedimento. Já no outro caso, a lipo pode melhorar um pouco a falta de cintura, mas os resultados são sutis. Essa cirurgia é, na grande maioria das vezes, associada a outras na região.

Ancas (Região logo acima do glúteo)

Quando há excesso de gordura localizada nessa região logo acima do glúteo, a projeção do bumbum acaba se apagando. Quando se retira a gordura das ancas, se produz uma curva mais acentuada, causando a sensação de elevação dos glúteos.

Abdome

A presença de barriga saliente em jovens pode se dar por causa de uma maior quantidade de gordura intra (entre os órgãos internos) ou extra abdominal (embaixo da pele).

A gordura que pode ser aspirada é a que se encontra embaixo da pele, ou seja, a extra abdominal. Se a quantidade de gordura for pequena, a retirada não produzirá flacidez de pele, pois ela ainda apresenta boa elasticidade nessa idade e acaba se acomodando.

Quando a flacidez é grande, existe a possibilidade de se retirar, junto com a lipo, o excesso de pele.

Em alguns casos pós-gestação quando há grande flacidez e alterações musculares, é indicada a abdominoplastia - a plástica de abdome.

Culote

O culote surge, principalmente nas mulheres, durante a puberdade. Nessa fase a menina, por causa das mudanças hormonais, sofre alterações no formato de seu corpo e é quando pode aparecer o culote.

Em geral, até os 18 anos, ele permanece na posição inicial, mas depois dos 20, ocorre uma discreta queda, causando uma projeção maior dele em seu novo local e originando uma depressão em seu local de origem.

Quando o culote é pequeno, a depressão também é pequena, não sendo necessário enxerto de gordura na região. Nos culotes de tamanho médio e grande, entretanto, é quase uma imposição fazer um enxerto de gordura na parte superior, para dar um contorno harmonioso no quadril e na parte lateral da coxa.

O maior problema que se encontra para atingir um resultado satisfatório na lipo de culote está relacionado ao grau de flacidez da pele.Quanto maior a flacidez, maior a chance de ser necessário um pequeno retoque. Quando a flacidez é muito acentuada, indicamos a dermolipectomia lateral da coxa.

Região Interna da Coxa

A presença de gordura em excesso nessa região é muito comum, e quanto antes for realizada uma lipo, melhor, para evitar a flacidez da pele.

Toma-se cuidados extras nesse procedimento, pois são grandes as possibilidades de ocorrerem irregularidades ou flacidez na região. Quando a flacidez já está muito avançada, realiza-se também a dermolipectomia na região interna da coxa.

Coxa Inteira

Existem situações em que toda a coxa tem camada de gordura maior do que o normal. A lipo é realizada em quase toda a superfície da coxa, de maneira uniforme ou de acordo com a necessidade.

Região Glútea

Em algumas situações, a quantidade de gordura é muito grande e, para que não haja uma queda do glúteo, toma-se precauções extras nesse procedimento. É por isso que, normalmente, a lipo na parte inferior é conjugada com enxerto na parte superior das nádegas. A lipo dessa região também tem efeito de sustentação.

Monte de Vênus (Púbis)

Esse tipo de lipoaspiração é indicado para mulheres com excesso de gordura no púbis, deixando a região muito volumosa. Essa operação é muito delicada, pois a região é muito vascularizada e toma-se um cuidado redobrado para não romper vasos. Mesmo assim, há hematomas por um ou dois meses e a região fica dolorida por duas ou três semanas. É necessário que a paciente evite relações sexuais por pelo menos 20 dias e que tome muito cuidado para sentar, dormir e urinar.

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossas novidades e notícias.

  
    • Localização

      Av. Juscelino Kubitschek, 1726
      21 º andar - Itaim - São Paulo - SP
      CEP: 04543-000

      Fone (+55) 11 3032.7007

      Siga-nos

      Facebook Twitter YouTube Contato